A epidemia do estresse, da solidão e da depressão no trabalho!


 A epidemia do estresse, da solidão e da depressão no trabalho! Luciana Seluque Comportamento SoftSkills Inteligência Emocional Atitude Gestão
Olá!
Estudos promovidos pela Organização Mundial da Saúde (OMS) mostram que a Depressão será a doença mais comum dentre todas as enfermidades até 2030. 

No Brasil, de acordo com dados do Ministério do Trabalho, apenas em 2013, mais de 61 mil pessoas tiveram que se afastar e recorrer ao auxílio-doença por serem diagnosticados com estágios avançados de depressão.

Em um artigo de 01 de março de 2018 a Harward Business Review afirma que a solidão é uma crescente epidemia de saúde, que vivemos na era mais conectada na história da civilização, do ponto de vista técnico, mas que as taxas de solidão duplicaram desde a década de 1980. 

O artigo comenta que mais de 40% dos adultos na América relatam sentir-se sozinhos, e que o número de pessoas que relatam ter um confidente próximo tem diminuído nas últimas décadas. No local de trabalho, muitos funcionários e em grande parte CEO`s, dizem que se sentem solitários em sua função.

A solidão pode causar estresse que em níveis prolongados ou crônicos pode gerar o aparecimento de doenças como diabetes, depressão, obesidade, entre outras.

Situações adversas, frustrações, sensação da perda de controle e eventos traumáticos podem motivar uma vida solitária, o estresse e a depressão tanto em nossa vida pessoal quanto profissional.

Victor Hugo diz que todo o inferno está contido nesta única palavra: solidão!

As perguntas que surgem à minha mente são:
Como lidar com a solidão?
Como administrar o estresse gerado pelo mundo dinâmico, volátil e agressivo das organizações (o mundo VUCA)?
Como trabalhar com a depressão que nos adoece e, em muitos casos, nos leva à morte?

Algumas possíveis alternativas que, a meu ver, podem mitigar essas circunstâncias e suavizar o impacto da solidão e estresse estão ligadas a forma que construímos a nossa cosmovisão, ou seja, ao nosso propósito de vida, ao autoconhecimento, à gestão de nossas emoções, à atitude positiva e à resiliência.

Em adição a isso, vale ressaltar a importância de criarmos conexões fortes, saudáveis e de qualidade tanto em nossa vida pessoal quanto profissional!

Amyr Klink diz que quem tem um amigo, mesmo que um só, não importa onde se encontre, jamais sofrerá de solidão; poderá morrer de saudades, mas não estará só!

Vivek H. Murthy, doutor do Corpo Comissionado de Serviços de Saúde Pública dos Estados Unidos, comenta que o mundo sofre de uma epidemia de solidão. Ele destaca que se não pudermos reconstruir conexões sociais fortes e autênticas, no local de trabalho e na sociedade, continuaremos nos afastando. Se não nos unirmos para enfrentar os grandes desafios que temos diante de nós, ficaremos cada um no seu canto, com raiva, sozinhos e doentes!

Frank Lloyd Wright diz que o presente é a sombra que se move separando o ontem do amanhã e que nele repousa a esperança.

Termino o texto de hoje com o pensamento de Paulo de Tarso dizendo que é necessário que exista a fé, a esperança e o amor, porém o maior destes três deve ser sempre o amor!
Que a gente possa desenvolver uma cosmovisão positiva que nos ajude a encontrar em nossa vida pessoal e profissional alegria, satisfação, equilíbrio, esperança e amor.

Paz e bem,
Lu Seluque

Siga meus canais! 👍
👉Luciana Seluque Page  https://www.facebook.com/controledossentimentosegestaodasemocoes/
👉Blog https://www.lucianaseluque.com/
👉Radio da Lu https://radiodaluseluque.blogspot.com/
👉SoundCloud (Podcasts) https://lnkd.in/dcNvxtM
👉YouTube (Luciana Seluque) https://goo.gl/k1xSVy
👉Newsletter https://goo.gl/xFxH4F   
👉e-book gratuito | Comunicação https://lnkd.in/d_KF4Yq







Você é tolerante com o que te machuca? Sabe regular suas emoções?

Você é tolerante com o que te machuca? Sabe regular suas emoções?
Quais são os seus sonhos? O que te faz feliz? Quanto de amor você oferece para si mesmo? Quantos "sapos" você engole? Você está cuidando da sua mente, coração, corpo e espírito? Sabia que nossas emoções e memórias podem "modular" o nosso comportamento? Aprender ajustar, regular, equilibrar e canalizar as emoções de forma mais apropriada pode trazer benefício para a nossa vida! Invista no seu autoconhecimento e amor próprio! Estude! Busque seu desenvolvimento pessoal e profissional. Desenvolva a sua Inteligência Emocional! INVISTA EM VOCÊ! Quer saber mais sobre isso? Fale Comigo, eu te ensino!!!

Postagens mais visitadas!!