Superação e Inteligência Emocional

Luciana Seluque, Crises, Superação, comportamento, Soft Skills


Seria muito “pequeno” dizer que o sentido da palavra superação significa sair da “zona de conforto”? 
Quem já tentou mudar um hábito sabe o quanto essa mudança é difícil, complicada e como o insucesso nesses projetos podem ser frustrantes e afetar a nossa autoestima.


O que você entende sobre superação?

Leandro Karnal, historiador e professor, comenta que devemos remover a ideia de sorte, azar ou destino e introduzir a ideia de decisão, estratégia e trabalho para a nossa vida. Mas como essa orientação pode estar relacionada com o significado de superação?

Conforme o dicionário Aurélio, superação é um substantivo feminino e significa a ação de superar, vencer, de ultrapassar uma situação desagradável, de conseguir a vitória. O Aurélio mostra também que superação é o antônimo (contrário) de insucesso, perda e derrota.

Talvez agora fique mais fácil entender o que o Karnal disse, mas de qualquer forma eu irei desenvolver melhor a ideia com o objetivo de trazer o tema um pouco mais perto de nós, meros mortais.

Seria muito “pequeno” dizer que o sentido da palavra superação significa sair da “zona de conforto”? Quem já tentou mudar um hábito sabe o quanto essa mudança é difícil, complicada e como o insucesso nesses projetos podem ser frustrantes e afetar a nossa autoestima.

Quantos livros prometemos ler durante o ano?
Quantas vezes prometemos deixar de fumar na virada do ano?
Quantas vezes começamos um regime ou uma atividade física no início da semana, mas desistimos dessa “promessa” antes da semana acabar?

Poderíamos dizer, então, que nos superamos quando conseguimos mudar um hábito, uma rotina ou uma atitude?

Correlacionando tudo o que foi dito com a nossa carreira poderíamos afirmar que a superação profissional está relacionada ao desenvolvimento contínuo, à conquista de novos objetivos e desafios.

Para que tudo isso seja possível é necessário ressignificar nossa mente, mudar a visão onde deixamos de acreditar que temos má sorte ou somos, de certa forma, injustiçados pela vida e entender que é necessário esforço, dedicação e muito trabalho para sairmos da nossa zona de conforto.

Mas como encontrar forças quando vivemos um momento de crise onde tudo, aparentemente, “se perdeu”? Como encontrar uma alternativa quando a perda que tivemos é tão grande que tira de nós todo ânimo, vigor e nos leva quase a um estado depressivo?

Theodore Roosevelt, um dos presidentes dos Estados Unidos, tem uma frase que diz: “Acredite que você pode. Assim você já está no meio do caminho.”

Acredito que o primeiro passo para iniciar o processo de superação é acreditar que é possível mudar a sua história entendendo que existe beleza na nossa caminhada e que melhor do que nunca cometer erros é reerguer-se, aprender e recomeçar depois de cada erro cometido.

Enriquecendo a afirmação acima eu ofereço a frase de Abraham Lincoln, outro presidente americano, que diz: “o êxito da vida não se mede pelo caminho que você conquistou, mas sim pelas dificuldades que superou pelo caminho.”

A Inteligência Emocional ajuda no processo de superação, pois através do autoconhecimento poderemos identificar nossas crenças limitantes e canalizar nossas emoções e esforços de forma mais adequada para que nossas decisões sejam mais acertadas além de nos fortalecer emocionalmente melhorando a nossa autoestima e automotivação.

Caminho para o final do texto com 8 Dicas sobre como vencer as dificuldades da vida e superar-se:

  1. Não tenha medo das crises, entenda que elas fazem parte da vida e que elas são circunstanciais, não definitivas, ou seja, as crises passam,
  2. Conheça-se! Tenha consciência sobre quem você é. Identifique quais são os seus valores morais, éticos e propósito de vida; isso ajudará você a não perder o foco,
  3. Fortaleça o seu equilíbrio emocional através do autoconhecimento,
  4. Compreenda que as perdas, frustrações e dificuldades da vida, por mais que doam, servem para nos ajudar a crescer e a desenvolver resiliência,
  5. Esforce-se para analisar a situação da forma mais racional possível e seja criativo para tentar construir um “plano de fuga”, uma alternativa para a crise identificada e não tenha medo de inovar,
  6. Identifique pessoas que podem servir como exemplo de superação para que você possa espelhar-se e inspirar-se nelas,
  7. Apegue-se ao seu “networking” (família e amigos); em tempos de crise precisamos conversar e “aliviar a alma” com pessoas de confiança. Caso você não tenha pessoas de confiança para conversar, apegue-se aos seus valores, à sua fé, se tiver, e busque ajuda profissional, se entender que é necessário e conveniente.
  8. Por fim, seja persistente! Lembre que é muito difícil mudar um hábito ou esforçar-se para superar um momento de crise, então esforce-se e não desista!

Inicio o processo de "arremate" do texto com o pensamento do filósofo grego Heródoto que diz: “A adversidade tem o efeito de atrair a força e as qualidades de um homem que as teria adormecido na sua ausência.”

Termino com a frase de um filósofo mais contemporâneo, Jean Paul Sartre, que diz: “Não importa o que fizeram com você. O que importa é o que você faz com aquilo que fizeram com você.”

Lute! Esforce-se! Reinvente-se! Supere-se!

Desejo a você foco, esperança, força, fé e pessoas que te amem por perto para que as crises da vida sejam vividas com mais leveza e que você sempre possa sair delas melhor do que entrou.

Paz e bem,

Lu Seluque

Quer saber mais sobre isso? Fale comigo! https://linktr.ee/luseluque 👍

GOSTOU? CURTA, COMENTE E COMPARTILHE!
AJUDE A DIVULGAR! 😊😍