quarta-feira, 7 de março de 2018

Comportamento - Um "serumaninho" com dificuldades - Parte 2




Olá!
Dando continuidade ao texto da semana passada, falarei hoje sobre as dificuldades da minha cachorrinha Mel em conviver e trabalhar com o meu time de “anjinhos”.

Mel é esperta, ágil, determinada, valente, comprometida e eu arrisco dizer que ela é o melhor animal aqui de casa. Não tenho dúvidas que, se um dia eu precisar, ela será quem liderará o time de anjinhos para defender a mim e a nossa casa.

Infelizmente, apesar de todas essas qualidades, a Mel tem dificuldades para interagir e não consegue trabalhar muito bem em equipe. Ela é mandona, dona da verdade, em alguns momentos agressiva e não dá espaço para seus parceiros mostrarem suas habilidades.

Trazendo esse contexto para a nossa realidade, o que significa grupo? Equipe? Trabalhar em equipe? E como questões comportamentais podem afetar e prejudicar o sucesso de uma atividade ou de um projeto?

Grupo:
Pessoas que fazem parte de um mesmo agrupamento, mas não precisam se conhecer e normalmente agem de forma individual.

Equipe:
Pessoas que estão envolvidas com o mesmo propósito e suas ações são voltadas para o sucesso do grupo.

Uma equipe é um grupo, mas nem todo grupo é uma equipe!

Trabalhar em equipe significa agrupar um conjunto de pessoas e desenvolver determinadas ações que visam um só propósito. O trabalho em equipe não é individual, ele é feito para o bem de todos os envolvidos. Ele resulta maior valor, porque proporciona agilidade, criatividade, envolvimento, comprometimento, diversidade e influencia diretamente o clima organizacional.

E quando um membro da equipe tem alto conhecimento técnico, habilidade e mau comportamento?

Peter Drucker diz que as pessoas são contratadas pelas suas habilidades técnicas, mas são demitidas pelos seus comportamentos.

Cruel? De forma alguma.

Vivemos em sociedade e para termos sucesso nesse desafio precisamos aprender a amar, tolerar, respeitar pessoas e gerar valor em nossos relacionamentos!

Desenvolver  habilidades comportamentais resulta em sucesso tanto em nossa vida pessoal como profissional.

Sabe aquele jargão que diz que atitude é tudo? O texto de hoje se resume nesta ideia.

No meio profissional fala-se cada vez mais das soft skills que são as atitudes comportamentais. As soft skills são habilidades subjetivas e estão relacionadas à inteligência emocional das pessoas adquiridas por meio de experiências vividas ao longo da vida.

As soft skills geralmente se associam a confiabilidade, atitude positiva, capacidade de trabalho em equipe, comunicação eficaz, flexibilidade, resiliência, criatividade, disposição para aprender, capacidade de gerir o tempo, solucionar problemas e agir em situações de pressão.

Em resumo soft skills são a capacidade de resolver problemas e a boa nova é que as soft skills podem ser aperfeiçoadas e desenvolvidas.

Termino o texto de hoje com o pensamento da Clarice Lispector dizendo que atitude é uma pequena coisa que faz uma grande diferença!

Paz e bem,
Lu Seluque


Siga meus canais! 👍
👉Luciana Seluque Page  https://www.facebook.com/controledossentimentosegestaodasemocoes/
👉Blog https://www.lucianaseluque.com/
👉Radio da Lu https://radiodaluseluque.blogspot.com/
👉SoundCloud (Podcasts) https://lnkd.in/dcNvxtM
👉YouTube (Luciana Seluque) https://goo.gl/k1xSVy
👉Newsletter https://goo.gl/xFxH4F   
👉e-book gratuito | Comunicação https://lnkd.in/d_KF4Yq


#luseluque #comportamento #counseling #softskills #emotionalintelligence  #personaldevelopment 

Sabe qual o caminho da alta performance?

Sabe qual o caminho da alta performance?
Autoconhecimento e gestão das emoções. Este é o caminho para o sucesso profissional!! Augusto Cury diz que sem a gestão das emoções ricos se tornam miseráveis, casais começam seus relacionamentos no céu do afeto e terminam no inferno dos atritos. Sem gestão da emoção profissionais sabotam a sua eficiência! Precisamos aprender a fazer a gestão das nossas emoções e a encontrar equilíbrio entre mente e coração!! Vamos juntos nesta caminhada??